«

»

jan
26

Se o Butman, acha que conhece filmes pornôs, é porque nunca visitou Khajuraho!!!

Sai de Amritsar no dia 23/01, as 05:00 da manhã, em uma madrugada fria, cerca de 10˚C e voltei para New Delhi, já que não tinha trem direto de Amritsar para Khajuraho, mas desta vez, a passagem por Delhi, foi bem curta, pois as 20:00 peguei um trem noturno para Khajuraho (http://en.wikipedia.org/wiki/Khajuraho_Group_of_Monuments), uma cidade que fica no Estado de Madhya Pradesh, na Índia Central, onde a atração principal são os Templos do mesmo nome, mas também conhecidos por Templo do Kamasutra (http://en.wikipedia.org/wiki/Kamasutra) e que também fazem parte da lista dos World Heritage da Unesco.

Na verdade, são dois conjuntos maiores de templos, os do Oeste e os do Leste, sendo os primeiros os mais bem preservados e visitados, porém os do leste também valem a visita, apesar de serem em menor quantidade e menos sintuosos, além disso ao redor da cidade é possível ver outros templos. Os templos do Leste, também são conhecidos como Jain Temples, pois fazem referencia ao Jainismo (http://en.wikipedia.org/wiki/Jainism).

A cidade de Khajuraho em si é bem pequena, onde vale a visita também na parte velha (Old Village) e entrar pelas ruelas, que formam verdadeiros laberintos, onde é possível ver várias crianças brincando e um cotidianos mais “escondido”.

A fama dos Templos de Khajuraho, serem conhecidos como Templos do Kamasutra, se deve as esculturas feitas ao redor de alguns templos, especialmente os do Oeste, mas para os antigos povos da Índia, particularmente os praticantes do Tantra (http://en.wikipedia.org/wiki/Tantra), o sexo era/ é uma das maneiras de se atingir os deuses.